luto

Prefeito de Amambai decreta luto após assassinato de pai e filho

A cidade terá luto oficial de três dias

15/01/2022 14h01
Por: sudoestemsnews
Fonte: Topmidianews

O prefeito de Amambai,  Edinaldo Bandeira (PSDB) decretou luto oficial por três dias devido ao assassinato do produtor rural do ramo da pecuária, Olenir Nunes da Silva, o “Nego Silva” e seu filho, Antônio Alexandre Nunes da Silva.

A nota foi emitida na tarde de ontem (14), pela prefeitura. 

Pai e filho foram assassinados em uma fazenda.

O prefeito também prestou condolências a família e afirma que a cidade perde pessoas com grande caráter, que eram comprometidas com a classe do agronegócio no município.

O caso

Pai e filho foram mortos na fazenda Petei, localizada na MS 289, saída para Juti, em Amambai.

O fazendeiro identificado apenas como "Nego Silva", e o filho dele, Antonio Nunes da Silva, de 20 anos, foram mortos no atentado.

Homens vestindo roupas camufladas invadiram a propriedade e capturaram as vítimas. Nego Silva foi executado a tiros, enquanto o filho foi amarrado e morto com golpes de facão.

Após o crime, os assassinos destruíram parte das instalações da fazenda, danificando o sistema de rádio comunicação, fugindo em seguida em direção a uma mata.

Policiais estão no local para procurar os criminosos, que seguem foragidos. Não há informações sobre a motivação do crime.